Clima: Mais chuvas são previstas para os próximos dias para Mato Grosso e Goiás

Os últimos dias têm sido de chuvas frequentes em Mato Grosso e Goiás, dois dos principais estados produtores de grãos do Brasil. Segundo previsões da Climatempo, as precipitações devem continuar nos próximos dias, ainda que sejam isoladas em algumas áreas. Essa condição está associada com a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que intensifica instabilidades.

“Esse tempo mais fechado e chuvoso deverá se manter ao longo dos próximos dias sobre grande parte da região Centro-Norte do Brasil. Assim, as condições se manterão favoráveis ao desenvolvimento das lavouras“, destacou a Climatempo em informativo. O plantio da safra 2017/18 de grãos está ocorrendo no Sul e Centro-Oeste do país.

As chuvas devem permanecer por quase todo o Centro-Oeste do país pelo menos até a semana que vem, segundo previsões da Climatempo. Fortes pancadas já foram registradas ontem na região. Em Alta Floresta (MT), choveu 93 milímetros em apenas 3 horas, entre 15h e 19h (Brasília) de quarta-feira (22), dos quais 77,6 foram acumulados em apenas 2 horas.

Em Sorriso (MT), uma das principais cidades produtoras de soja do país, o volume observado no dia de ontem foi ainda maior. Chegou a cerca de 125 mm, segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Metade desse número foi registrado em apenas uma hora de chuva. Os produtores devem estar atentos nas previsões específicas para suas lavouras.

Mesmo com a possibilidade de precipitações em diversas áreas do Centro-Oeste do país, o calor deve continuar a ser registrado, com temperaturas que podem se aproximar dos 30°C em Goiás e Distrito Federal e de até 35ºC no Oeste do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. As informações são da Somar meteorologia.

Fonte: Notícias Agrícolas

 

About Jose.Damico
Damico tem 23 anos de experiência em tecnologia e é especialista em transformação digital. Em sua primeira empresa desenvolveu tecnologias pioneiras para e-learning e dispositivos de segurança da informação. Durante esse mesmo período foi co-fundador de uma startup de e-procurement ativa até hoje. Posteriormente, iniciou suas atividades na IBM. Foi engenheiro de software, e se destacou com o desenvolvimento da plataforma DB2 para análise de grandes volumes de dados, ainda nesta época foi eleito para o Technology Leadership Council da IBM. Durante 8 anos desenvolveu projetos inovadores, fundou uma startup de sistemas de segurança embarcados em processadores no Vale do Silício, investida pelo Intel Capital. Nos últimos anos, atuou como CIO e P&D em empresas de tecnologia focadas no mercado financeiro do Brasil e Europa. Ele também tem uma forte presença na comunidade internacional de software livre. Na SciCrop, José coordena todos os desenvolvimentos tecnológicos, aplicando o conhecimento de suas pesquisas inovadoras em big data e IOT para a agricultura.

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.