A opinião de nossa especialista sobre a inclusão tecnológica do pequeno produtor

José Damico: Durante o Global Agribusiness Forum 2016, que ocorreu nos dias 4 e 5 de julho de 2016, muito se falou sobre a inclusão tecnológica do pequeno produtor, como pode ser visto no link abaixo:
José Damico: Vera, na sua opinião, quais os principais desafios do pequeno produtor, que podem ser vencidos com o auxílio da tecnologia?

Vera Santos: As propriedades de pequeno e médio porte representam grande parte dos agricultores do país geralmente de pouca tecnologia e mão-de-obra familiar. Sabe-se que no atual cenário nacional, infraestrutura, competitividade e sustentabilidade são imprescindíveis para ganho de produtividade, renda para o produtor e melhoria na qualidade de vida. Assim o instrumento de transformação desses pequenos produtores em empresários rurais é o progresso tecnológico.

Vera Santos: Dois grandes desafios existem no pequeno produtor quais sejam: baixa produtividade e escassa mão-de-obra. Nesse sentido através das tecnologias os produtores podem agregar conhecimentos modernos vencendo o primeiro desafio que é aumentar a eficiência na sua propriedade fazendo utilização otimizada dos fatores físicos de produção. Quanto o da mão-de-obra pode-se utilizar de tecnologias de colheita que não absorvam grande número de pessoas.Um desafio importante é a mudança de hábito e comportamental do pequeno produtor passando para uma gestão mais empresarial. Esta pode ser obtida através da tecnologia da informação proporcionando decisões com maior precisão e menor risco. Finalizando, pode-se dizer que antes desses desafios existe o principal que é o de promover a inclusão tecnológica desses produtores.


OLYMPUS DIGITAL CAMERAVera Santos, Community Manager.
Bachelor of Maths and Statistics from the University of São Paulo, she worked thirty-five years in the Agricultural Department of São Paulo. Mrs. Francisco has extensive experience in analysis of agricultural data, having published several researches and studies about the sector. Her most important work was the Project Lupa (http://www.cati.sp.gov.br/projetolupa/), where she was one of the specialists that mapped all the agricultural productive chain of São Paulo. She has great credibility and good relationship in the Brazilian agriculture scenario. At Scicrop, Vera holds the position of community manager, producing related content and connecting the startup with stakeholders.
 

About Jose.Damico
Damico tem 23 anos de experiência em tecnologia e é especialista em transformação digital. Em sua primeira empresa desenvolveu tecnologias pioneiras para e-learning e dispositivos de segurança da informação. Durante esse mesmo período foi co-fundador de uma startup de e-procurement ativa até hoje. Posteriormente, iniciou suas atividades na IBM. Foi engenheiro de software, e se destacou com o desenvolvimento da plataforma DB2 para análise de grandes volumes de dados, ainda nesta época foi eleito para o Technology Leadership Council da IBM. Durante 8 anos desenvolveu projetos inovadores, fundou uma startup de sistemas de segurança embarcados em processadores no Vale do Silício, investida pelo Intel Capital. Nos últimos anos, atuou como CIO e P&D em empresas de tecnologia focadas no mercado financeiro do Brasil e Europa. Ele também tem uma forte presença na comunidade internacional de software livre. Na SciCrop, José coordena todos os desenvolvimentos tecnológicos, aplicando o conhecimento de suas pesquisas inovadoras em big data e IOT para a agricultura.

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.