Análise de solo: saiba onde e como diagnosticar a fertilidade da sua terra

A análise de solo é fundamental para que o produtor consiga diagnosticar as condições de fertilidade e obter orientações corretas sobre os tipos de nutrientes e a quantidade exata que o solo da fazenda precisa. De acordo com as orientações da Embrapa Solos, a análise deve ser realizada em um laboratório especializado e os resultados precisam ser interpretados por um engenheiro agrônomo, que é capaz de fazer a recomendação da adubação e calagem, a adição de calcário para corrigir a acidez do solo.

Através da análise é possível fazer as correções necessárias no solo, o que ajuda a aumentar a produtividade da lavoura. Essa análise evita despesas desnecessárias com fertilizantes e o desperdício dos adubos. Além disso, evita que o produtor plante em um solo pobre.

1 – Quando o produtor deve fazer a análise de solo?

A análise pode ser feita em qualquer época do ano. Porém, o recomendado é que seja realizada no mínimo três meses antes de iniciar o plantio da safra, de modo que o produtor tenha tempo suficiente para recuperar o solo se for preciso.

2 – Que solo pode ser analisado?

Segundo informações da Embrapa Solos, é importante que o produtor colete amostras de solos homogêneos. Dessa forma, solos que apresentam colorações, altitudes ou topografia de terreno diferentes devem ser coletados separadamente, para análises distintas. Além disso, áreas com culturas, adubações e calagens distintas também devem ser coletadas separadamente.

3 – Qual área deve ser analisada?

Para um bom aproveitamento da análise, o produtor deve coletar amostras de áreas de no máximo 10 hectares que apresentem condições de solo homogêneas. É preciso que a área seja de terra seca, nunca encharcada, e não esteja próxima de residências, galpões, depósito de adubos e defensivos. O produtor deve ter em mente que vai realizar análise de uma área produtiva, que servirá para as orientações sobre pH e nutrição do solo.

4 – Como realizar a coleta corretamente?

Após delimitar o lote de até 10 hectares que será avaliado, o produtor deve percorrer a área em “zig-zag”, coletando com um trado as amostras de cerca de 20 pontos diferentes. As amostras são da camada superficial do solo, com profundidade de até 20 centímetros. Quando a cultura é perene, como as frutíferas por exemplo, o produtor pode também recolher amostras de solo com profundidade entre 20 e 40 centímetros.

De acordo com as orientações da Embrapa, se o produtor não tiver trado, pode realizar a coleta com um tubo ou e colocar as amostras em um balde limpo. Todas as amostras do mesmo lote devem ser bem misturadas e, depois, o produtor deve retirar uma amostra final que contenha cerca de 500 gramas.

5 – Onde realizar a análise de solo?

Quer realizar a análise de solo, mas não sabe onde? Confira uma lista completa de laboratórios em todas as regiões do Brasil.

Fonte: Sucessful Farming

Não deixe de curtir a página da SciCrop no Facebook: https://www.facebook.com/Scicrop/

About Jose.Damico
Damico tem 23 anos de experiência em tecnologia e é especialista em transformação digital. Em sua primeira empresa desenvolveu tecnologias pioneiras para e-learning e dispositivos de segurança da informação. Durante esse mesmo período foi co-fundador de uma startup de e-procurement ativa até hoje. Posteriormente, iniciou suas atividades na IBM. Foi engenheiro de software, e se destacou com o desenvolvimento da plataforma DB2 para análise de grandes volumes de dados, ainda nesta época foi eleito para o Technology Leadership Council da IBM. Durante 8 anos desenvolveu projetos inovadores, fundou uma startup de sistemas de segurança embarcados em processadores no Vale do Silício, investida pelo Intel Capital. Nos últimos anos, atuou como CIO e P&D em empresas de tecnologia focadas no mercado financeiro do Brasil e Europa. Ele também tem uma forte presença na comunidade internacional de software livre. Na SciCrop, José coordena todos os desenvolvimentos tecnológicos, aplicando o conhecimento de suas pesquisas inovadoras em big data e IOT para a agricultura.

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.